RODADA DE NEGÓCIOS DA MODA PERNAMBUCANA

Evento começa hoje e é realizado até o dia quatro de agosto, é o maior do segmento no Norte e Nordeste.



A 24ª Rodada de Negócios da Moda Pernambucana, em Caruaru, acontece de dois a quatro de agosto, no Polo Caruaru. Com expectativa de geração de negócios de 26 milhões de reais, o evento, que é uma realização da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Pernambuco, apresenta novidades para a 24ª edição: a criação de um espaço de visitação destinado ao público em geral e a apresentação de um novo layout para o evento.

Atendendo a uma demanda da população, a partir da 24ª edição, a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana contará com uma área externa aberta ao público: a Alameda dos Profissionais. Serão cinco ambientes de exposição dos portfólios dos profissionais de moda e de seus produtos e uma exposição plástica e estética do conceito de moda. Profissionais que prestam serviços e contribuem de forma efetiva na criação, produção e comercialização desta cadeia produtiva na região também estarão presentes, o que permitirá a interação do público, fazendo perguntas e tirando dúvidas sobre o trabalho que eles desempenham.

Na Alameda dos Profissionais, um estilista, um coletivo de styling, uma produtora de moda, uma consultora de moda e um estúdio de design de estampas farão uma amostragem das atividades que contribuem para o crescimento e fortalecimento das atividades industriais e comerciais do setor de moda na região. Esta iniciativa permite que o visitante visualize os trabalhos e o portfólio interativo do profissional e aprenda com sua expertise.

Para o coordenador do evento, Wamberto Barbosa, esta é mais uma oportunidade que a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana possibilita. “Esta área aberta ao público reúne profissionais qualificados. O público vai ter contato com estilismo, produção, consultoria e estúdio de moda através de especialistas que atuam nestas áreas dentro do mercado de moda. A nossa expectativa é de que o faturamento aumente em 20% em relação à rodada anterior”, afirma.


O presidente do Comitê Gestor do evento, Djalma Júnior, enfatiza que “o intuito é que seja um espaço livre para a população. As pessoas vão ver um pouco do que é a iniciativa e conhecer a produção das empresas expositoras. Outra mudança importante também é o novo layout do evento. Nossos esforços são sempre no sentido de fortalecer a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana como um evento nacional, qualificando, cada vez mais, expositores e compradores”.

Para o evento, exclusivo entre as indústrias de vestuário, calçados e acessórios e os lojistas de todo o Brasil, em exposição na área interna, a Acic e o Sebrae continuam captando compradores de todas as regiões do País, dentro de um perfil pré-estabelecido pelo Comitê Gestor do evento. Após análise, os compradores são definidos e têm benefícios como hospedagem, translado e alimentação garantidos. Até o momento, 130 stands já foram comercializados.

Empresas de confecções, calçados e acessórios de Pernambuco e de outros estados como Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Goiás irão expor seus produtos primavera/verão 2018. São fornecedores de peças de surf wear/street wear, praia, fitness, moda íntima, bebê/infantil, jeans, moda feminina, moda masculinacalçados e acessórios que apresentarão seus lançamentos para as estações mais quentes do ano que irão compor as vitrines de lojas espalhadas pelo Brasil inteiro.

“Estamos nos preparativos da 24ª Rodada de Negócios e já superamos a meta expositores. Para esta edição, os expositores apresentarão coleções exclusivas, produtos mais elaborados que agregam valor na hora da revenda. Convidamos clientes de todas as regiões do País, potenciais compradores que virão pela primeira vez fazer novos negócios no Polo de Confecções do Agreste. A cada edição as empresas expositoras estão mais preparadas e a equipe de pós-venda da Acic monitora toda a logística de distribuição com cumprimento dos prazos de entrega até o destino final”, destaca o presidente da Acic Caruaru, Pedro Miranda.


Em 23 edições, a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana contabilizou 20 milhões de peças vendidas, cerca de 10 mil lançamentos por edição, mais de 2.600 varejistas participantes, média de 74 mil pedidos, cerca de 600 compradores e gerou um volume de negócios de R$ 289 milhões em 12 anos.

Instagram: @rodadamodape

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@modaempreendedora