SEGUNDA PELE - Algodão colorido natural da Paraíba

O projeto Segunda Pele – Algodão Colorido Natural da Paraíba – selecionado no Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos 2015 e no Programa BNB de Cultura 2008 – terá o seu lançamento no dia 05/04 às 20:00 no Centro Cultural Energisa.


O projeto teve como referência o projeto Fabricação Local (João Pessoa e Marselha/França, 1997), um evento que contou, na época, com o patrocínio do Sebrae Paraíba (por meio do Patme/Finep) e uniu artistas visuais, designers e produtores de moda paraibanos como: Francisca Vieira, Eny Câmara, Ricardo Olavo, Sandoval Fagundes e Dyógenes Chaves. 
           
No Segunda Pele – Algodão Colorido Natural da Paraíba, há o elo de rudimentos técnicos da impressão gráfica sobre tecido (serigrafia têxtil, estamparia) aliado ao labor artesanal de costureiras, artistas visuais, modelistas e designers para a produção de peças exclusivas, e quiçá, até venham a ser produzidas para o mercado da moda. Neste projeto, há uma valorização e o ressurgimento da cultura do algodão no Estado da Paraíba e, principalmente, a difusão do algodão colorido natural ou algodão orgânico.  
           
Às peças de vestuário escolhidas – a partir de releitura desenvolvida pela designer Francisca Vieira, para o Cheongsam ou Qipao, modelo originário da China (e de Hong Kong, Taiwuan, Singapura e Malásia) – foram aplicadas estampas e imagens (ou detalhes das mesmas) recolhidas da produção gráfica dos artistas visuais e designers têxteis Dyógenes Chaves, Alena Sá e Margarete Aurélio, impressas na técnica serigráfica de forma regular e/ou irregular, em justa e/ou sobreposição, localizada ou corrida, daí surgindo um padrão (Pattern) de estamparia têxtil, única e exclusiva. Na verdade, a ideia principal do projeto Segunda Pele é mesmo “juntar/mixar” profissionais de várias áreas e elementos culturais tão diferentes, de regiões tão distantes... 


Imagem: Divulgação
Fonte: release

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@modaempreendedora