MULHERES QUE INSPIRAM + CAMPANHAS COMEMORATIVAS

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.



A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano. Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Hoje é uma data para discutir o papel da mulher na sociedade atual. Propor melhorias, homenagear aquelas que contribuiram para nossa sociedade e avaliar os avanços. Aqui no Moda empreendedora homenageio quatro mulheres empreendedoras que me inspiraram (e inspiram).

Luiza Trajano, Presidente do Magazine Luiza

Apesar do nome, Luiza Trajano não é fundadora do Magazine Luiza e sim sobrinha da fundadora (Luiza Trajano Donato) que junto com seu marido fundou o magazine "A cristaleira" em 1957 (Li certa vez, que o espaço inicial era de 9 metros quadrados!). Porém, Luiza (Helena) tem grande importância no processo de crescimento e expansão da empresa, e depois que assumiu a presidência na década de 90, ficou mais evidente seu modelo de gestão. A admiro pela sua simplicidade, pelo império que construiu através de sua visão estratégica e por seu modelo de gestão de pessoas, a qual é referência hoje. 

Você pode ver um resumo da palestra dela no nosso canal do Youtube ou se preferir ler a entrevista clicando aqui.

Viviane Ventura Brafmann, vencedora da 1° edição do Aprendiz

Simplesmente amo de paixão o Aprendiz, ativo meu twitter a cada temporada, tenho grupo no face e por aí vai...  mas depois de 10 temporadas nenhuma pessoa por mais brilhante que seja conseguiu superar minha admiração por Vivi. Torço por ela desde o início, em uma prova, creio que nos primeiros episódios, o objetivo era comprar 10 itens ao menor preço possível. Vivi conseguiu convencer um comerciante a vender ostras por 0,01 centavo (e ele ainda teve que emitir nota! rs). O que me marcava a cada prova era seu espírito empreendedor, sua garra de vencer, sua empatia com as pessoas, sua liderança, a forma como defendia nas salas (tensas) de reunião o que acreditava. Depois do Aprendiz continuei acompanhando sua trajetória e mais de 10 anos depois ela consegue manter toda minha admiração se destacando cada vez mais.
Ah! Ela continua na empresa de Justus. Atualmente ocupa a direção em outra empresa do grupo, a Grey.

Zica Assis da Beleza Natural

De uma família humilde com 12 irmãos, Zica começou a trabalhar com 9 anos. Foi babá e empregada doméstica., Zica queria muito tratar seus cabelos crespos e não alisá-los, depois de muitas tentativas e perda de cabelo ela conseguiu chegar em uma fórmula ideal. Começaram a surgir pedidos pelo creme e com sua visão empreendedora vendeu o único bem que tinha junto com o marido, um fusca, e investiram no negócio. O negócio começou a crescer e seu irmão e uma amiga, que trabalhava no Mc' Donalds juntou-se a ela. Trouxe a expertise de linha de produção e conseguiram agilizar os procedimentos de linha de montagem para o negócio. A empresa fundada em 1993, tem hoje 25 institutos de Beleza e mais de 25 linhas de tratamento. Em 2013, entrou na lista das 10 mulheres mais poderosas do Brasil pela Forbes. Nesse mesmo ano, recebeu aporte de 400 milhões para investir na expansão da empresa e abrir mais 50 pontos no período de 6 anos.
Li a história de Zica quando tinha 13 anos, ela me marcou pela sua humilde, persistência, coragem e visão empreendedora investindo em algo que não tinha no mercado. Hoje ela colhe os frutos disso e continua me inspirando...

E qual a empreendedora que inspira vocês?

Aproveitando...

Hoje várias empresas aproveitam a data para comemorar e homenagear as mulheres.

A Netfllix fez um vídeo com a campanha "Esqueça os clichês, nem na ficção eles fazem mais sentido!". Além de uma campanha diferente das mensagens que se veêm no dia, aproveitaram a oportunidade para se posicionar e através das respostas que se vê nos comentários mostram como lidam bem com as redes sociais. 



Em quatro horas, o vídeo alcancou os seguintes números: Cerca de 420.000 visualizações, 24.000 curtidas, 9.700 compartilhamentos e 955 comentários! 

Ainda não viu e ficou curiosa(o)? Clica aqui. 


A comunidade Empodere duas mulheres publicou um vídeo da Microsoft onde mostra as invenções femininas. Aliás, você conhece alguma delas? 

Você pode assistir clicando aqui

O site Tudo sobre minha mãe publicou com legendas em português um vídeo da Campanha de um Banco Australiano que aproveitou a data para falar da desigualdade de gênero no mercado de trabalho.



Tem alguma campanha que achou interessante. Conta pra gente nos comentários :)


Sites sobre empreendedorismo feminino:
Mulher de negócio
Empreendedorismo rosa
Jogo de damas


Fonte: Wikipédia
Fotos: Reprodução.
Vídeos: Facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@modaempreendedora