RESUMÃO SPFW INVERNO 2016

O São Paulo Fashion Week é o maior evento de Moda da América Latina. São tantos desfiles e novidades que fica praticamente impossível acompanhar tudo. Sabendo da importância de nos mantermos atualizados, mesmo com pouco tempo disponível, preparamos um super resumo com
o que cada marca apresentou e quais tendências prestar atenção. ;)


Dia 1

Animale - O estilista Vitorino campos inspirou-se no arquiteto japonês Tadao Ando, famoso por seus projetos de concreto com linhas simples e interação com a natureza. Da união da arquitetura com a natureza surgiu uma coleção com muita alfaiataria misturadas com peças mais leves e soltas com transparência.

UMA por Raquel Davidowicz - A inspiração da coleção vem da observação da estilista no jeito das pessoas se vestirem em Nova York. Sobreposições que facilitam no dia a dia adaptar-se as diversas temperaturas dos ambientes. Dessa observação elaborou roupas práticas, versáteis e apostou nas texturas dos tecidos.

Ronaldo Fraga - O estilista é famoso por apresentar temas bastante originais e autorais. O tema dessa vez foi "O amor' e a intervenção aconteceu no início do desfile com os modelos trocando de roupa, demostrando claramente uma modelagem unissex, transpondo o conceito de gênero. O amor foi abordado com base na literatura, como “Um Livro de Amor”, das psicólogas Cristiane Mesquita e Rosane Preciosa. Textos de cartas de amor, flores e corações permearam a coleção.

Lilly Sarti - A coleção teve inspiração no misticismo da Astrologia ao Egito Antigo. Olhos de Horus (símbolo de proteção no Egito), yin e yang, cruz de Ansata e ícones de astrologia foram recortados no couro, a laser, aplicados em várias peças de roupa, e também viraram belos braceletes, pingentes de colares e brincos. 

Dia 2 



Vitorino Campos - A inspiração no espaço sideral foi retratada com peças leves como se a força da gravidade estivesse sobre elas. A mesma estampa parecem várias devido as diversas graduações que foi utilizada.

Iódice - Inspiração no filme "Morte em Veneza", a Iódice misturou também referências do grunge.

GIG Couture - Art Déco Tropical, com inspiração no trabalho do artista francês Adrien Jacques Garcelon misturado ao esporte e pitadas dos anos 90, resultou em desenhos geométricos com interferências como abacaxi e passáros.

João Pimenta - O estilista sempre inova no vestuário masculino. Dessa vez, apresentou uma alfaiataria mais clássica e a parte criativa ficou nos detalhes através da reinterpretação de ícones brasileiros conhecidos como: imagem da Nossa Senhora, flor de guaraná e tucanos. E claro, apresentado no acabamento impecável de sempre.

Pat Bo - A estilista Patrícia Bonaldi é famosa por seus vestidos de festa bordados. Mas nessa coleção a estética que sempre usa foi substituída por cordas. Inspirada nos vikings nômades a estilista misturou cordas nos mais diversos tramados, com franjas e tweed, numa combinação glamourosa como as clientes da marca esperam.

ELLUS - O desfile da Ellus promove sua nova linha de roupas Ellus Sport DLX. Uma linha de mobilidade e conforto unido a cultura sportwear e referência estética dos anos 90. A logomania típica da época foi estampa de forma divertida nos aviamentos.


Dia 3

Reinaldo Lourenço - De suas memórias a uma viagem a Portugal, Reinaldo Lourenço deixa de lado as referências ao azulejo português e traz a estética do folclore local de forma mais contemporânea.

Samuel Cirnansck - Celebração dos 15 anos da marca. Com o tema luz, transpôs aos seus vestidos de festa e de noivas muitos bordados e cristais. Os tons principais usados foram: tons de pele, ros e azul claro.

Apartamento 03 - O enigma do gênero. A ambiguidade e com a questão da identidade de uma forma natural. E, também dessa forma, sem julgamentos.

Coven - Os tricôs marcantes da marca estiveram presentes na sua estreia no SPFW. A inspiração par a coleção foram os mobiliários da década de 50 e 60. O tricot remetia a textura de tapeçarias.

Helo Rocha - Uma viagem a Alto Paraíso de Goías foi a inspiração para a estilista Helô Rocha. Do contato com o artesanato local surgiu o caráter sofisticado da coleção, que prima mais pelo feito a mão que a marca Têca (nome anterior da marca comandada pela estilista) que era mais fast fashion, um novo caminho escolhido pela marca: sofisticar seu produto.




Dia 4

Lethicia para Riachuelo - Desfile de lançamento da coleção de roupas de festa da estilista Lethicia Bronstein para Riachuelo.

Gloria Coelho - Tema nórdicos. Foco em casacos sofisticados, elaborados e bem trabalhados.

Fernanda Yamomoto - De suas visitas à Paraíba, Fernanda buscou inspiração para criar sua coleção de Inverno 2016. Especificamente, o Cariri Paraibano ganhou seu coração foram mais de sete viagens e essa vivência com as rendeiras de Renda renascença da Paraíba resultou em uma coleção delicada e autoral. As cores da paisagem se misturaram ao colorido das casas dando ares diferente a nossa conhecida renda.

Juliana Jabour - Anos 80. Uma imagem super oitentista graças às estampas com contrastes vibrantes de cores primárias, exagero no desenho dos prints (listras largas, bolas grandes) e um shape mais quadrado.

Lolitta - Trabalho artesanal feito em metal nas armaduras medievais. E a figura de Joana D´Arc como representação de mulher forte.

Lino Villaventura -  Seu próprio estilo foi referência para a coleção. Modelagens amplas e dramáticas no estilo Villaventura de ser.

Osklen - Esporte com o luxo e sofisticação da marca. O ponto de partida para a inspiração foi a Grécia (onde há marca tem loja há três anos), berço dos Jogos Olímpicos e que tem relação com as Olímpiadas no Rio de Janeiro em 2016.




Dia 5

Giuliana Romanno - Uma mulher livre, que transita por várias atmosferas, uma pirata urbana, com o espírito dos antigos corsários. A coleção de 17 looks foi apresentada de forma intimista para apenas 50 convidados.

Patricia Viera - Tema: Deserto do Atacama.

Wagner Kallieno - Movimento glam rock do final dos anos 60, início dos 70, David Bowie, T-Rex e Siouxsie and the Banshees.

Ratier - Com o tema guerreiros, a marca estreou no SPFW com clima vanguardista no seu design e com uma coleção total black num estilo Yojhi Yamamoto. A passarela foi coberta com fumaça branca.

Colcci -  Depois da despedida de Gisele das passarelas em desfile para a marca. A expectativa agora voltou-se para a coleção em si, com o tema Natureza a marca apostou em estampa floral e em modelagens bem girlie que podem ser usadas tanto por um público mais jovem quanto adulto.

Amapô - Inspiração nos góticos, vampiros e anos 30.



Para prestar atenção:


Fendas duplas em comprimentos curtos;
Uso de bolsas grandes como bolsa de mão;
Calças comprimentos pantacourt;
Sobreposições adaptadas ao clima brasileiro e as mudanças repentinas de temperaturas/ Peças leves; Estampas em diferentes graduações;
Roupas confortáveis (estilo esportivo mais sofisticado);
Itens da marca usados de forma divertida (logomania);

                  Espero que essa postagem tenha ajudado você a ter vários insights.
Gosta de postagens neste formato resumido?

Conta pra gente nos comentários ou se preferir no e-mail ( modaempreendedora@gmail.com )
Vou adorar receber seu feedback. ;)

Nos acompanhe também no instagram @modaempreendedora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@modaempreendedora